CAFEINA: ACHADOS IMPORTANTE DO JOHNS HOPKINS MEDICAL CENTER




O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5) reconheceu o transtorno do uso da cafeína como "condição para um estudo mais aprofundado". O transtorno do uso da cafeína é um padrão problemático de consumo de cafeína caracterizado por um persistente desejo de reduzir ou controlar o uso da substância, juntamente com esforços malsucedidos para fazê-lo, apesar dos problemas causados ou agravados pela cafeína. Sintomas significativos de abstinência ou uso da droga para aliviar ou evitar a abstinência também são características da condição.


A pesquisadora Mary Sweeney, da Unidade de Pesquisa em Farmacologia Comportamental do Johns Hopkins Bayview Medical Center, diz "Embora para muitas pessoas o consumo de cafeína seja benigno, aprendemos pelo nosso estudo que há um pequeno, mas importante subconjunto de consumidores de cafeína que relatam que a cafeína interferiu em suas vidas de maneiras clinicamente significativas."


Pessoas que atenderam aos critérios para o transtorno do uso da cafeína relataram problemas como insônia, problemas gastrointestinais e ansiedade, que foram causados ou exacerbados pela cafeína. O estudo também constatou que os participantes que atenderam aos critérios para o transtorno do uso de cafeína tendiam a consumir mais cafeína, e eram mais jovens e mais propensos a serem fumantes de cigarros.


Pesquisas anteriores também revelaram que a cafeína pode resultar em sintomas de abstinência após a cessação de doses muito menores do que se pensava anteriormente. Uma xícara de café normal fornece 100 miligramas de cafeína. Mesmo essa pequena quantidade de cafeína pode causar sintomas de abstinência em algumas pessoas quando param de usá-la regularmente. Outros estudos mostraram que doses de cafeína tão baixas quanto 10-20 miligramas são psicoativas.


Os pesquisadores reconhecem que a cafeína pode ter efeitos positivos para a saúde, como reduzir o risco de diabetes tipo 2 e impulsionar alguns aspectos da cognição. Mas, a redução da cafeína é um bom objetivo se a cafeína causar prejuízo significativo através de sintomas de abstinência ou pelo agravamento de um problema subjacente, como insônia ou ansiedade.


HEALS Educação, mantendo você sempre bem informado!



#educacao #capacitacaoprofissional#desenvolvimentohumano #aprimoramento #coach #softskills #liderança #farmacia #nutricao #enfermagem #medicina #estetica #radiologia #biomedicina #quimica #biologia #fisioterapia #fitoterapia #plantasmedicinais #farmaciaclinica #farmacoterapia #healseducacao #cafeina #cafe #ilovecoffe



Veja o texto completo em New Insight into Caffeine Use Disorder - Johns Hopkins Medicine


5 visualizações0 comentário
Heals logo final final..png
LINKS
CONTATO

atendimento@healseducacao.online

Tel.: (11) 99258-2622

Avenida Paulista 807, São Paulo

SOCIAL
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • Twitter