PRÓPOLIS E INTERNAÇÃO POR COVID-19




A própolis já é muito conhecida por suas propriedades antivirais, anti-inflamatórias, imunorreguladoras, antiproteinúricas e antioxidantes. Diante dos benefícios proporcionados pela substância para a saúde humana, pesquisadores brasileiros realizaram um estudo para avaliar a eficácia do extrato de própolis em pacientes com Covid-19. Própolis foi usada em ensaio clínico com 124 participantes hospitalizados no Hospital São Rafael, localizado na cidade de Salvador (BA).


A PESQUISA:


O trabalho Efficacy of propolis as an adjunct treatment for hospitalized COVID-19 patients: a randomized, controlled clinical trial aponta redução no tempo de permanência hospitalar de pacientes com Covid-19 que ingeriram própolis durante internação. O resultado faz parte do ensaio clínico, que foi liderado pelo pesquisador clínico Marcelo Silveira da Apis Flora, que contou com 124 participantes do Hospital São Rafael em Salvador (BA). Todos os pacientes fizeram o tratamento padrão, sendo que 40 pessoas receberam 400 mg/dia de própolis; 42 receberam 800 mg/dia de própolis; e 42 não receberam própolis.


O estudo aponta que o uso da substância pode ser promissor na interferência na expressão de TMPRSS2, que é uma proteína da superfície celular que está envolvida na entrada e disseminação do SARS-CoV-2 no corpo humano. Além disso, a substância pode interferir na ancoragem do vírus no ACE2, que é uma proteína que auxilia a entrada do vírus nas células.


Essa substância pode ainda diminuir a incidência de lesões renais, que pode ser um fator de risco para infectados pelo novo coronavírus. “O grupo controle, que recebeu apenas o tratamento padrão, teve uma incidência de 23,8% contra 4,8% dos pacientes que ingeriram 800 mg/dia de própolis”, afirmam os pesquisadores.


OS PRÓXIMOS PASSOS

De acordo com os pesquisadores, o próximo passo será a realização de um ensaio clínico duplo cego com placebo, envolvendo um grupo maior de pacientes.


LIMITAÇÕES DO ESTUDO:


Os resultados, publicados como preprint (pré-publicação) em janeiro na MedRxiv, ainda não foram revisados por pares e, por isso, não devem ser usados para orientar a prática clínica. O estudo contou com a autoria de pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), Instituto D’Or de Pesquisa e Educação (IDOR), Hospital São Rafael e da empresa Apis Flora.


A presença de uma empresa farmacêutica em um estudo costuma ser vista com viés de interesse que pode comprometer os resultados apresentados.



HEALS Educação, mantendo você sempre bem informado!


#educacao #capacitacaoprofissional#desenvolvimentohumano #aprimoramento #coach #softskills #liderança #farmacia #nutricao #enfermagem #medicina #estetica #radiologia #biomedicina #quimica #biologia #fisioterapia #fitoterapia #plantasmedicinais #farmaciaclinica #farmacoterapia #healseducacao #propolis #covid19


Veja a integra do artigo (preprint) neste link Efficacy of propolis as an adjunct treatment for hospitalized COVID-19 patients: a randomized, controlled clinical trial | medRxiv


Publicação original em Própolis pode reduzir tempo de internação de pacientes com Covid-19, aponta estudo - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (usp.br)


49 visualizações0 comentário
Heals logo final final..png
LINKS
CONTATO

atendimento@healseducacao.online

Tel.: (11) 99258-2622

Avenida Paulista 807, São Paulo

SOCIAL
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • Twitter